• Sergio Benchimol

Colírio: medicamento requer cuidados.

Os colírios são medicamentos e, como tal, não devem ser usados indiscriminadamente.

Há tipos diferentes de colírios, cada um indicado para uma necessidade específica: podem ser lubrificantes, antibióticos ou anti-inflamatórios.

Devem ser utilizados somente com prescrição médica, mesmo que seja um lubrificante, principalmente para quem usa lentes de contato

A maneira de armazenar e transportar a medicação também pode influenciar na saúde ocular do paciente.

Verificar a data de validade é muito importante, pois a maioria dos colírios quando entra em contato com o ar, tem risco de contaminação com o passar do tempo, por isso, o ideal é descartar o produto após o fim do tratamento, sem reaproveitamento.

A aplicação também requer cuidado. É recomendável lavar bem as mãos antes de pingar o colírio e evitar que o aplicador entre em contato direto com os olhos, já que pode machucar a córnea e levar a um trauma, além de contaminar a ponteira do frasco.

Nunca compartilhe o colírio, porque há risco de infecção.


Ver bem é viver bem.

Sua visão é tudo para nós!





2 visualizações0 comentário