• Sergio Benchimol

Cuidados com os olhos no outono



Como proteger os olhos no outono


Cada estação pede uma série de cuidados específicos com os olhos.

No caso do outono, as diminuições das temperaturas e da umidade do ar podem desencadear problemas principalmente como o ressecamento, infecções e alergias oculares.

Para que você possa entender por que isso acontece e saber o que fazer para prevenir, nós, da Clínica Benchimol, preparamos este artigo.

Aproveite para seguir nossas dicas e compartilhar com o máximo de pessoas para que elas também se protejam.


Qual a ligação entre as condições climáticas do outono e os problemas oculares?


Uma das ligações é que, com o ar mais seco, é normal que a qualidade e a quantidade de lágrimas que temos diminuam. E vale lembrar que a boa lubrificação está diretamente ligada à manutenção da saúde dos olhos.

Entre outras coisas, a lágrima contém substâncias bactericidas, além de exercer papel fundamental na oxigenação das córneas.

Outra situação que acontece é que, numa estação mais úmida, as partículas de poeira no ar costumam grudar nas de água. Com isso, ganham peso e caem no chão. Sem essa umidade, continuam suspensas e é mais fácil que se aproximem e entrem nos nossos olhos.

E, por fim, as temperaturas mais baixas colaboram para que alguns vírus se repliquem mais rapidamente.


Quais os problemas oculares mais frequentes no outono e como se proteger?


Síndrome do olho seco

A síndrome do olho seco pode acontecer com qualquer pessoa. Especialmente no outono. Mas os alérgicos têm mais chances de desenvolver o quadro.

Entre os sintomas estão: ardência, coceira e visão borrada.

Para se proteger, a pessoa deve:

· Aumentar a ingestão de líquidos e o consumo de alimentos ricos nas vitaminas A e E

· Manter umidificadores ou vasilhas com água nos cômodos da sua casa

· Evitar ao máximo a exposição ao ar condicionado

· Aumentar a lubrificação dos olhos com colírio próprio – mas atenção: é importante consultar um oftalmologista para que ele indique o produto certo e a frequência de uso ideal

· Aumentar a higienização da vista com água boricada e soro fisiológico. Aqui também é importante seguir a orientação médica


Alergias oculares


Lembra que a gente comentou acima que, com menos umidade, é mais fácil que as partículas de poeira se mantenham suspensas no ar? Isso torna os alérgicos mais suscetíveis às crises típicas, desencadeando coceiras, olhos vermelhos, lacrimejamento etc..


Para prevenir o problema, recomendamos que você:


· Não tenha plantas, flores ou animais com pelos dentro da sua casa

· Mantenha as janelas abertas e os cômodos com o mínimo de objetos que acumulam poeira, por exemplo: cortinas de tecido, bichos de pelúcia, tapetes etc..

· Use aspiradores de pó

· Não esfregue ou coce os olhos


Conjuntivite


Outro quadro que tem maior incidência no outono é o de conjuntivite. Especialmente as dos tipos: alérgica e viral.


A conjuntivite provoca vermelhidão, secreção e um incômodo muito grande, deixando a pessoa com a sensação de ter um corpo estranho no olho.

Para combater isso, redobre cuidados, como:

· Aumentar a higienização dos olhos e das mãos

· Não esfregar ou coçar a região

· Evitar lugares com muitas pessoas, especialmente os fechados

· Não compartilhar maquiagens, fronhas, toalhas e colírios com outras pessoas.


Em caso de suspeita de qualquer quadro descrito acima, agende uma consulta com um médico especializado. Nada substitui a experiência e avaliação desse profissional.

A Clínica Benchimol tem um histórico de três gerações dedicadas à oftalmologia, com constantes investimentos em soluções de ponta para diagnósticos e tratamentos. Precisando, teremos prazer em receber você.
2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo