Buscar
  • Sergio Benchimol

Estresse Oxidativo pode comprometer a visão

O estresse oxidativo é resultado de um desequilíbrio entre o sistema antioxidante e o sistema pró-oxidante encontrado nas células.

Normalmente, o corpo é capaz de manter o equilíbrio entre antioxidantes e radicais livres.

Em determinadas circunstâncias, entretanto, a resposta natural não é suficiente para evitar problemas.

O processos metabólicos normais produzem radicais livres. Mas, quando essa produção é excessiva, o envelhecimento é acelerado pelo estresse oxidativo – que tem potencial aumentado para danificar células, proteínas e até mesmo o DNA.

O dano oxidativo gera desdobramentos na saúde ocular.

O estresse oxidativo é considerado uma das principais causas de várias doenças oculares, como catarata, degeneração macular relacionada à idade e diversos tipos de inflamações – situações em que os níveis de proteína oxidada aumentam consideravelmente.

Vale ressaltar que as lágrimas contêm antioxidantes e cumprem a função de lubrificar e proteger a superfície ocular.

Por isso é tão importante evitar o ressecamento do filme lacrimal, evitando episódios de ‘olho seco.

Há que se considerar que uma dieta equilibrada e um estilo de vida saudável (o que inclui combater o fumo, a ingestão excessiva de álcool, o sedentarismo e uma alimentação carregada no sal, no açúcar e na gordura saturada) são fundamentais para preservar a boa visão. (Fonte: Portal da Oftalmologia)

Ver bem é viver bem.

Sua visão é tudo para nós!




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo