• Sergio Benchimol

Qualidade de sono e saúde ocular




Dormir mal prejudica os olhos?


Sim, dormir mal prejudica os olhos. E várias outras partes do corpo.

Um dos melhores investimentos que você pode fazer por si mesmo e pela sua família é ter boas noites de sono.

Para você entender o quanto esse descanso noturno faz diferença, preparamos este artigo.


Falaremos genericamente sobre os prejuízos na saúde orgânica provocados pela insônia. E com mais detalhes sobre a questão oftalmológica.


Continue aqui com a gente e veja:


· Como dormir mal afeta a capacidade de defesa orgânica?

· Quais os prejuízos de uma única noite mal dormida?

· Quais os prejuízos de uma série de noites mal dormidas?

· O que tudo isso tem a ver com os olhos?

· Quais os problemas desencadeados diretamente na visão?

· Como resolver as questões ligadas à insônia?


Como dormir mal afeta a capacidade de defesa orgânica?


O ideal para um adulto são 7 ou 8 horas de sono com qualidade por noite. Por várias razões, começando pelo reforço da imunidade.

Enquanto estamos dormindo, nossos corpos produzem anticorpos, que têm como função nos defender contra vírus, bactérias e outros agentes.

Ou seja, sem esse descanso é mais fácil contrairmos gripes, resfriados e outras doenças, inclusive oculares, como olho seco e conjuntivite, por exemplo.

E pior: se tivermos qualquer problema desses, nossa energia e vitalidade estarão mais baixas, dificultando a recuperação.

Mas esse não é o único mal para a nossa saúde e o nosso cérebro.


Quais os prejuízos de uma única noite mal dormida?


Basta uma noite de insônia para reduzir nossos níveis de:


· Concentração

· Disposição

· Produtividade

· Criatividade

· Memória

· Raciocínio

· Equilíbrio emocional


Quais os prejuízos de uma série de noites mal dormidas?


É fácil perceber as perdas acima – que têm efeito imediato.

Mas, quando as noites de sono irregular viram rotina, é possível que outros problemas comecem a se instalar pouco a pouco sem que a gente se dê conta.

Eles reduzem as chances de longevidade, enquanto aumentam os riscos de a pessoa desenvolver:


· Obesidade

· Doenças cardiovasculares

· Derrames

· Diabetes

· Problemas gastrointestinais

· Envelhecimento precoce

· Alzheimer

· E até câncer


O que tudo isso tem a ver com os olhos?


Já comentamos que a baixa imunidade facilita o desenvolvimento de quadros como olho seco e conjuntivite.

É importante ressaltar também que o cansaço nos faz piscar menos, diminuindo a lubrificação ideal dos olhos.

Fora isso, alguns dos problemas acima – como obesidade e diabetes, por exemplo – acabam sendo fatores de risco para doenças oculares graves, como: catarata, degeneração macular seca etc..

Mas isso ainda não é tudo.


Quais os problemas desencadeados diretamente na visão?


Quando dormimos menos tempo do que o recomendado, aumentam as probabilidades de termos alterações vasculares na retina. E isso pode comprometer para sempre nossa visão.


Também é comum que a insônia provoque:


· Ardência e vermelhidão nos olhos

· Ressecamento da córnea

· Lacrimejamento


Como resolver as questões ligadas à insônia?


Como se trata de um assunto aparentemente simples, mas que afeta bastante a saúde, reunimos algumas dicas que costumam ajudar.


Escolha as que fazem mais sentido para você.


· Invista em bons colchões.

· Prepare da melhor forma o ambiente antes de dormir, com temperatura adequada, silêncio ou música relaxante, aromas especiais, mínimo de iluminação.

· Tome um banho morno antes de se deitar.

· À noite, troque cafés e outras bebidas que tenham cafeína por chás calmantes, como de camomila e valeriana, ou por um bom leite morno.

· Durante o dia, pratique atividades físicas, meditação, yoga etc..

· Se estiver passando por algum estresse ou problema emocional, busque ajuda de psicólogos ou psiquiatras.


E não se esqueça. Caso esteja sentindo os sintomas que comentamos neste artigo, procure um médico especializado. Se forem oculares, nós da Clínica Benchimol estaremos sempre aqui, prontos para atender você.
5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo